Notícias Segurança Interna 01

Anuncie aqui

Segurança dentro do condomínio depende da ação diária de todos

Segurança dentro do condomínio depende do cuidado de todos

Segurança dentro do condomínio

Uma das primeiras coisas que o morador busca é verificar os itens de segurança dentro do condomínio. Embora nenhum lugar está 100% seguro, os condomínios fechados se tornaram sinônimo de proteção.

Tecnologia é aliada da segurança dentro do condomínio

A inovação tecnológica contribui para a segurança dos condôminos, embora ainda não substituam a postura correta dos moradores. Quando o assunto é a prevenção de ocorrências dessa natureza é necessário ter atenção.

Kit de segurança

O “kit” de segurança, ferramentas que compõe o conjunto básico de equipamentos de proteção residencial, é composto por cerca elétrica, alarme e câmeras de monitoramento. Cada vez mais tecnológicas, as câmeras de monitoramento agora podem ser controladas por uma central externa, a quilômetros de distancia do local em que elas estão instaladas e suas imagens armazenadas na nuvem, o que facilita o acesso caso haja alguma ocorrência.

Cercas elétricas

As cercas elétricas também evoluíram, pois agora já é possível contar com sistemas de fio de aço e choque inteligente, para o caso de incidência de galhos de arvores, por exemplo. No setor de alarmes, esqueça os que apenas monitoravam por sensores de presença. Agora já se pode contar com sistemas infravermelhos para o controle de circulação, e os biométricos para o acesso dos moradores.

60% da segurança dentro de um condomínio depende da postura dos moradores e funcionários

Mas mesmo com tanta inovação, segundo especialistas em segurança patrimonial, 60% da segurança dentro de um condomínio depende da postura dos moradores e funcionários. Apesar de tanta tecnologia, se o condômino não seguir as regras estipuladas pelo condomínio em assembleias, certamente irá expor os demais moradores a riscos. Isso porque muitos condomínios são pequenas cidades, na qual a segurança depende da ação de todos.

Mantenha portões fechados

Portões abertos e falta de treinamento dos funcionários, principalmente os da portaria, são os erros mais frequentes de moradores e síndicos. Outras práticas, ainda que menores, previnem a presença de criminosos dentro do condomínio. Procurar ligar os faróis e se identificar ao porteiro, caso ele peça, são hábitos que podem diminuir a incidência de crimes. Por fim, invista em treinamento aos funcionários e palestra aos moradores, deixando claro que a segurança de todos depende da ação de cada um.

 

Confira algumas dicas para manter o seu condomínio seguro

 

1 – Fique de olho nos acessos ao condomínio. Pessoas estranhas aproveitam esse momento para adentrar ao ambiente. Verifique se o portão está completamente travado depois de sua passagem.

2 – Procure fazer o cadastro prévio de funcionários, visitantes e terceiros.

3 – Fique de olho em entregadores de delivery. Para isso, invista em portões tipo gaiola e peça a colaboração dos moradores para receberam suas encomendas na portaria.

4 – Não deixe objetos de valor dentro do carro no estacionamento. Procure manter o alarme ligado.

5 – Respeite as regras estipuladas nas assembleias do condomínio. Lembre-se que a segurança de todos depende da ação de cada um.

Por: Guilherme de Paula Pires


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *